domingo, 25 de março de 2012

Jerusalém é cidade sagrada para cristãos, judeus e muçulmanos

JERUSALÉM

       A cidade de Jerusalém, em Israel, é considerada sagrada por milhões de pessoas em todo o mundo.  Na parte antiga da cidade existem monumentos e símbolos do judaísmo, do cristianismo e do islamismo.


  
               Por seu valor histórico, a Cidade Velha foi declarada patrimônio da humanidade pela UNESCO. Jerusalém é a sede do governo israelense, mas muitos países não reconhecem a autoridade de Israel sobre a cidade. Isso porque quando foi criado o Estado de Israel. Em 1948, Jerusalém foi declarada zona e seria administrada ela ONU.


A Cidade Antiga (Jerusalém)

          A chamada Cidade Antiga de Jerusalém é uma área em forma rectangular rodeada por uma muralha mandada construir em 1538 (ou 1542) pelo sultão otomano Solimão, O Magnífico. Oito portões permitem o acesso à Cidade Antiga. Ela é o centro histórico de Jerusalém e nela se concentram os principais locais sagrados. Está dividida em quatro partes: a judaica, a cristã, a arménia e a muçulmana. A Cidade Antiga e as suas muralhas foram nomeadas pela UNESCO Património Mundial da Humanidade em 1981.
         Este sítio Património Mundial, embora se encontre em território administrado pelo estado de Israel, foi proposto pelo reino vizinho da Jordânia. A zona antiga da cidade de Jerusalém é considerada sagrada pelas três religiões monoteístas: Judaísmo e Cristianismo e Islão.



O Bairro Cristão:

         Ocupa a parte noroeste da Cidade Antiga e o seu monumento principal é a Basílica do Santo Sepulcro. Inclui o Portão Novo, partilhando o Portão de Jafa com o bairro arménio (que se encontra no sudoeste) e o Portão de Damasco com o bairro muçulmano. Nesta área passa também a Via Dolorosa, o caminho que se julga ter sido percorrido por Jesus com a cruz antes de ser crucificado no Calvário, um pequeno monte na zona nordeste da actual cidade fortificada.


Imagem do túmulo de Jesus.

Imagem da Via Dolorosa.

Deserto da Judeia. Neste local  Jesus orou por 40dias e 40 noites.     


O Bairro muçulmano

          Situa-se a nordeste e inclui o Portão de Herodes, o Portão dos Leões (ou Portão de São Estevão) e o Portão Dourado. Nele se situa o Haram ash-Sherif (conhecido como "Monte do Templo" pelos judeus), um santuário no Monte Moriá, onde estão duas mesquitas: a Cúpula da Rocha (ou Mesquita de Omar) e Mesquita de Al-Aqsa.  




O Bairro judeu

           A sudeste, inclui o Portão dos Detritos e o Portão de Sião, a sul do qual se situa o Monte Sião (Sion) e o Túmulo do rei David.

Túmulo do rei Davi.

Muro das lamentações. Emblemático para os judeus.    

Fontes:
editoramoderna/pelomundo.folha.blog.uol.com.br/amauryonline/blogda-se.blogspot.com/Wikipédia.com.br/drieverywhere.net/flickr.com/apanaceiaessencial.blogspot.com

Teste seu conhecimento
1- Caaba;
2- Via Dolorosa;
3- Basílica de Santo Sepulcro;
4- Yemmen;

(  ) Local onde Jesus Cristo foi crucificado, sepultado e ressuscitou no Domingo de Páscoa;
(  ) Em árabe significa “Arábia Feliz”, em referência aos territórios férteis devido às chuvas que favoreciam a agricultura;
(  ) De grande importância para a Cultura Cristã;
(  ) Meca, local sagrado de uma construção simples em forma de cubo, onde se reverenciava um meteorito negro chamado....

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário